24 de setembro de 2010

Coração de Tinta (Inkheart)


             Nos livros de aventura, observamos sempre encantados os heróis com capas esvoaçantes, espadas reluzentes e coragem férrea. Suas aventuras recheadas de seres fantásticos, seres bons, seres ruins, seres de extrema beleza ou de uma feiura encantadora.
        Em todos estes livros de fantasia, os heróis possuem grandes poderes, são pessoas predestinadas, escolhidas por suas qualidades únicas...Mas este livro não fala de nada disso, este livro fala sobre um outro personagem das histórias, um personagem esquecido, um personagem que nunca aparece... O LEITOR!

             Coração de Tinta conta a história de Montimer e sua filha Meggie. Ele é um encadernador e restaurador de livros, e passa sua paixão para a filha, e assim ambos vivem em uma relação familiar única, onde a leitura de livros é a base fundamental.
            Embora tenha essa paixão Montimer, ou simplesmente Mo como Meggie o chama, nunca leu para sua filha em voz alta, Meggie sempre se perguntou o porque disso. Vivendo de forma nômade e sem vínculos com ninguém, Mo e Meggie viajam para onde o trabalho do pai chamar, e embora ela não entenda o motivo, para ela basta, vivendo feliz desta maneira!
            Essa rotina é quebrada em uma noite chuvosa, em que um visitante de rosto estranho e misterioso aparece em sua porta, a partir daí Meggie se vê entrando em um universo que antes ficava restrito apenas as páginas dos livros...

          Para quem aprecia boas histórias de fantasia, este é um livro altamente recomendado, juntamente com o filme. "Coração de Tinta" é uma série muito interessante de ser lida, pois aborda de forma criativa um universo totalmente diferente. O filme não fica a dever o livro, sendo uma boa adaptação, mas recomendo dar uma olhada em ambos, pois são experiências diversas e com qualidade!







Obs.: Cornelia Funke produziu uma série, possuindo três livros lançados, contudo só obtive contato com o primeiro.